BLOG_01.jpg

Um pouco sobre Mídias

O que são Mídias Sociais? Por que será que tantas pessoas estão nas Mídias Sociais? O que se tem de tão atrativo que pode fazer com que empresas de todos os portes gastem recursos de publicidade na internet?

Há um tempo atrás, ouvia-se dizer sobre redes sociais como algo que não daria certo, coisa de pessoas desocupadas que passavam o dia inteiro fazendo posts desnecessários para leitores sem conteúdo. Ah, se estas pessoas insanas tivessem previsto o futuro … Não! Espera! Será que é necessário ter uma bola de cristal para saber se algo será ou não um sucesso? Talvez para alguns segmentos da sociedade sim, mas no caso da internet e das redes sociais isso é apenas uma questão de (uma boa e eficaz) análise do comportamento humano.

Sim, comportamento humano. Afinal, as mídias não são feitas apenas de elementos de programação, códigos de HTML e plataformas para rodar. Desde que o homo sapiens pisou na terra, sabemos que precisamos uns dos outros para sobreviver. Seres humanos precisam de uma sociedade para chamar de sua, precisam ter com quem compartilhar. Para as redes sociais de fato cumprirem seu objetivo de existência, é necessário um elemento indispensável: PESSOAS! E não são pessoas quaisquer. São pessoas que estejam afim de compartilhar o que pensam, sejam coisas boas ou não, e saber o que os outros também compartilham, concordando ou não. Sabendo disso, não era difícil prever que haveria uma grande porcentagem de chances de as mídias sociais realmente darem certo.

Chegamos à conclusão de que as redes sociais são feitas de pessoas, certo? Portanto, para as empresas que vendem produtos e serviços para ESSAS PESSOAS, nada melhor do que mergulhar em um universo onde elas estão; e melhor ainda se este universo for interativo e de rápida propagação. O marketing digital pode aumentar em 20% o número de clientes de uma marca quando usado como forma de promoção, sendo que o custo de investimento é bem inferior do que o das mídias “convencionais” e a resposta é bem mais rápida, podendo-se mensurar resultados entre 30 e 60 dias (dados Trevisan Escola de Negócios). E ainda temos o fato de que o aumento da oferta de internet móvel no Brasil vem crescendo a cada ano, o que facilita a integração empresa/cliente, e sabendo-se administrar da forma correta, rapidamente uma crítica pode se tornar um elogio.

De fato, utilizar recursos de publicidade para o Marketing Digital vem sendo uma ferramenta usada por muitas empresas que querem atingir seu público de forma direta e com o objetivo de promover sua marca e “evangelizar” seus consumidores, que “por livre vontade”, sempre que têm uma boa experiência com o produto e/ou serviço, compartilha a foto cheia de efeitos no Instagram e no Pinterest, replicando para o Facebook e para o Twitter, passando pelo Google+, enviando em forma de opinião para o LinkedIn e mandando o link para um ou mais grupos no WhatsApp, gerando um grande (enorme) tráfego de mídia espontânea.

Agora eu pergunto: o que diriam os “profetas” de 5 ou 10 dez anos atrás? Certamente parecer “louco” em sua época por pensar diferente e acreditar na evolução de certas invenções pode vir a fazer de você um grande empreendedor e visionário anos mais tarde. Mas nunca se esqueça de que a base para uma boa “previsão futurística” sempre foi, é e sempre será o bom embasamento e grandes pesquisas sobre a sociedade.

E um último conselho à pessoas jurídicas recém chegadas às novas mídias: Esqueça os perfis e FOQUE nas pessoas!

 

sigalocomotiveUm pouco sobre Mídias
VOLTAR PARA HOME